Oscar 2016: Red Carpet

Ontem rolou em Los Angeles o red carpet mais aguardado dentre todas premiações: o Oscar! Vou confessar que esse ano não estava tão animada quanto geralmente fico (veja as coberturas doa anos anteriores aqui). Em 2015, durante a premiação, tivemos discursos lindos e fortes – que não lembra da fala de Patricia Arquette sobre igualdade de gênero e oportunidade ao receber a estatueta de Melhor Atriz Coadjuvante? – e nesse ano, pra nosso desapontamento, tivemos uma gama de indicações com pouquíssima representatividade.

Ao mesmo tempo que bateu esse desapontamentinho, também fiquei contente em ver a discussão que isso suscitou e, assim, me animei novamente pra ver as produções do red carpet. A cobertura no instagram do tendencialist (segue lá!) foi bem divertida e cada look que passava pelo tapete vermelho eu gostava mais.

Realmente fiquei surpresa com as produções desse ano, embora não tenha tido nada muito ousado ou diferente, nessa edição notei uma harmonia que não me recordo de ver em nenhum ano anterior. Acho que essa sintonia contribuiu pra que eu adorasse a maioria dos looks (e dificultou escolher só 10, hahaha, mas se quiser ver mais tem lá no instagram do blog) e foi bem fácil de perceber as trends desse Oscar. Os brancos dominando as produções, os decotes mega profundos em alta e o foco nas grandes joias.

Brie Larson levou a estatueta de Melhor Atriz (podia ter levado o de melhor pessoa também depois de abraçar, uma por uma, as mulheres que participaram da apresentação de “Til It Happens To You”) e subiu ao palco pra receber num clima bem vintage com essas maxi joias super bem trabalhadas, o cinto e o acessório de cabelo. O longo esvoaçante Gucci ajudou nesse clima retrô e teve uma das cores mais lindas do red carpet.

Cate Blanchett é sempre rainha dos tapetes vermelho. Nesse Oscar ela estava ainda mais linda num Armani Privé super detalhado num trabalho artesanal (essas flores são feitas de plumas) riquíssimo! O tom esverdeado do vestido lembra um pouco o sereismo que combinou com o bracelete de estrelas do mar.

Charlize Theron é outra diva dos red carpets e foi no tradicional vermelho (cor pouquíssimo vista nessa edição) da Dior com direito a uma super cauda e decote profundo que deixou o colar bem em evidência.

Adorei a simplicidade sofisticada da produção de Jennifer Lawrence, pra mim, esse styling combina muito mais com a atriz que geralmente usa umas produções mais serias nos red carpets. O cabelo solto despretensiosamente deu um ar bem mais fresh ao look e deixou o Dior brilhar sozinho, o vestido todinho de renda com fundo naked deu o toque de delicadeza e força.

No instagram brinquei que se eu fosse ao Oscar com certeza o Chanel da Julianne Moore seria a minha escolha. Embora não tenha absolutamente nada de diferente no longo, ele é do jeitinho que me encanta num Oscar, tem volume, brilho, corte perfeito, enfim, apaixonante!

Lady Gaga foi, provavelmente, a mais ousada na escolha dessa criação de Brandon Maxwell que é tipo um vestido, mas tem calça. Ficou bem bonito e combinou com essa nova fase dela que já não é tão montada quanto antes, mas ainda é irreverente.

Margot Robbie pode vestir qualquer coisa que sempre será uma das mais bonitas da noite, mas ela ainda assim arrasa na produção. O trabalho de textura desse Diane Von Furstenberg é impressionate, o decote profundo equilibrou super bem com a silhueta. Já a cor douradona (que não é fácil de segurar) que é mais vanguardista combinou com a bolsa mais vintage.

Naomi Watts conseguiu trabalhar muito bem o brilho e o forte degradê do tomara que caia Armani com o colar todo cravejado de diamante e com um desenho marcante.

O que falar de Olivia Wilde? Podia ficar só admirando que já tava valendo. Esse Valentino todo drapeado personificou seu ar de deusa grega. O modelo do longo com super decote com recorte diferenciado deixou a gargantilha de toque antiguinho no foco do look.

Tina Fey arrasou duplamente. Primeiramente na cor do longo, um roxo super elegante, porém difícil, mas que ficou excelente. Segundamente no modelo do tomara que caia da Versace que valorizou muito a silhueta.

Qual o modelo preferido de vocês, tendencilistas? Gostaram das produções do Oscar desse ano?

FacebookTwitterGoogle+


Dont worry about a thing, amanhã há de ser outro dia

look_tunica_kimono_renda_blusa_salve_terra_short_chapeu_bota_bolsa_franja_1

Quem diria que a mistura das frases de duas músicas de Bob Marley e Chico Buarque fariam tanto sentido, hein? A Salve Terra se ligou que essa mistura de reggae e mpb podia dar samba e criou essa estampa que une o trecho de Don’t Worry Be Happy, de Bob, com Apesar de Você, de Chico.

Embalada pelo clima good vibes – kkkkkkkk – que estampa a tshirt, montei o visual na pegada boho trend que é pura celebração à positividade.

O combo basiquissimo blusa + short ganha interessância com os acessórios no estilo gipsy como o colar de medalhas, o brinco com pingentes de osso, a panja e o chapéu. Pra arrematar o visual com muita bossa, a túnica de renda que é um babado e deixa qualquer look mais cool, botinha de cano curto pra dar mais força na produção e bolsa com franjas enormes do poder, hahaha!

look_tunica_kimono_renda_blusa_salve_terra_short_chapeu_bota_bolsa_franja_2 look_tunica_kimono_renda_blusa_salve_terra_short_chapeu_bota_bolsa_franja_3 look_tunica_kimono_renda_blusa_salve_terra_short_chapeu_bota_bolsa_franja_4 look_tunica_kimono_renda_blusa_salve_terra_short_chapeu_bota_bolsa_franja_5 look_tunica_kimono_renda_blusa_salve_terra_short_chapeu_bota_bolsa_franja_6 look_tunica_kimono_renda_blusa_salve_terra_short_chapeu_bota_bolsa_franja_7 look_tunica_kimono_renda_blusa_salve_terra_short_chapeu_bota_bolsa_franja_8 look_tunica_kimono_renda_blusa_salve_terra_short_chapeu_bota_bolsa_franja_9Blusa: Salve Terra | Túnica, Bolsa e Short: C&A | Chapéu e Brinco: Garimpo | Colar: Ebay | Panja: Forever 21 | Bota: Zara

Já quero essa vibe nos visuais de todos os dias!

Fotos: Rafael Cabañas

FacebookTwitterGoogle+


Uau ou Uó: Half Bun

uau-ou-uo-trend-alert-half-bun

Os revivals do anos 90 tão invadindo a moda com força e dividindo opiniões. Além das trends de acessórios (vide a tattoo choker) e roupas, os penteados tão vindo com tudo. O Half Bun ou meio coque, tá fazendo a cabeça das fashionistas, no street style, nos blogs e com as celebrits. O penteado é super simples e salva nos dias de bad hair day, por isso ganhou tão rápido o coração das meninas mais descoladas.

O Half Bun é bem fácil de fazer, só dividir o cabelo e prender um coque despretensioso no alto da cabeça, a graça é essa mesmo, ficar meio podrinho (por isso combina com os dias que o cabelo não tá tão legal). Por ter essa pegada mais despojada o penteado dá um toque de estilo em qualquer look mais basiquinho do dia a dia.

Por ficar sempre bem no alto da cabeça ele também ficou conhecido como Coque Samurai, mas esse altura do coque é um dos motivos da polêmica do penteado que, por ficar tão em cima, acaba saindo do óbvio. Outro motivo pra o estranhamento com o Half Bun é a lembrança do Half Ponytail, o meio rabo de cavalo que era febre na década de 1990 e que virou marca da Ariana Grande e que também tá voltando as trends.

Nesse Uau ou Uó, vou confessar que já aderia a tendência há um tempo e adoro. Já fazia esse penteado desde que cortei o cabelo curto e ficou quase impossível fazer um coque inteiro. A verdade é que só vejo vantagens (pra mim ele é uau mesmo, receberam, né? hehehe), é um penteado diferente e bom pra dar um up no visual, refresca no calor e ainda tem uma pegada super boho relax que amo!

Mas e pra vocês, tendencialistas, o Half Bun é Uau ou Uó? Aderiram ou de jeito nenhum?

 

FacebookTwitterGoogle+