Novidade da Ciaté: Nail Lab

Lembram da Ciaté?! Aquela marca de esmaltes famosa pelas criações inusitadas e um tanto polêmicas como as unhas caviar, as de veludo, as de pelúcia e algumas outras. Agora a marca lançou mais um produto que também promete ser desejo das apaixonadas por esmaltes. Quem nunca misturou alguns esmaltes pra fazer uma nova cor? Pensando nisso a Ciaté criou o Nail Lab, um kit com esmaltes, coberturas, glitters, vidrinhos, lixa, espátula, funil e vários instrumentos pra customizar o esmalte, tipo um laboratório de esmaltar, hahaha.


A caixinha lida vem com três gavetas, na primeira 6 coberturas e 2 vidrinhos, na segunda 12 glitters e 2 vidrinhos, na terceira vem pincel, pincel para bolinhas (dotter), pincel para detalhes, espátula, mini lixa, 2 tubos, funil, vidrinho, 2 lixas de polir, placa de petrie e a tampa também vem cheia de produtinhos, cartelas de cores, esmaltes da marca e mais vidrinhos! 


O paraíso pra as adoradoras de nail art e pra viciadas em esmaltes!



#Lookdofestival com estilo!

Festival de Verão chegando e junto com ele vem todo o burburinho. Quem vai pro palco principal? Qual atração internacional? Passaporte pra todos os dias? Com que roupa eu vou? A festa é uma das mais importantes do calendário soteropolitano, antecede a ansiedade do carnaval e todos os olhos se voltam pra a cidade. Nada mais justo que arrasar no look pra curtir os shows!
A convite do Festival de Verão e do Shopping Iguatemi eu e mais quatro bloggers montamos cinco sugestões de looks para o Festival. Lembram do post que fiz sobre o estilo das produções nos festivais?! Me inspirei exatamente no street style dos festivais internacionais pra a produção do look feminino, mas com uma pitada baiana e, principalmente, levando em conta o conforto e o verão!

Blusa: Elementais | Short e Colar: Sarttore | Bolsa: Schutz | Galocha: Melissa


Comecei a produção do look por baixo, como geralmente faço em produções pra festas. Já que conforto é sempre a palavra de ordem os pés precisam estar protegidos num sapato confortável. s tênis e as botas, principalmente as galochas, são ideais, não só pelo conforto, mas também por motivos de: poeira, lama e pisões no pé, hahaha. Sem contar que só a galocha já é um posto forte no look e deixa a composição mais fashion. O shortinho também é uma boa pedida pra deixar o look fashion sem precisar se preocupar na hora de pular e arrasar na pixxxta, kkkk. Os shorts com pegada customizada, com tachas e rebites são a bola da vez. A blusa com o toque de cor lembra o verão e o tecido leve deixa o look mais fresquinho pra aguentar o calor. As franjas agregam mais informação de moda a composição. Nos acessórios um colar de franjas e uma bolsinha com alça transversal pra levar os documentos e o batom, kkkkk. Não costumo investir muito nos acessórios nas produções pra shows, uma dica legal é colocar mais informação na base do look e usar poucos acessórios pra evitar que eles prendam nos lugares ou até a perda. 

Camisa, T-shirt e Bermuda: Cavalera | Pulseira: Sarttore | Slip-on: Mitchell


O look masculino também veio cheio de cor, afinal, os meninos também merecem arrasar no look, kkkkkk. A sobreposição da camisa de botão com a t-shirt é a opção fashion mais usada pelos boys, não precisa ousar muito e tem um toque diferente no look, o poder da terceira peça. A estampa da camisa de botão no mix com a da tee também é mais um ponto forte da composição, mas continua no level easy fashionista, hahaha. A bermuda é quase um item básico das produções masculinas, mas a o toque diferente fica por conta da lavagem e descoloração da peça. Pra continuar confortável nos pés os tênis também são a melhor opção, mas não precisa ser o da acadêmia, né?! Hehehe. Que tal um all star, um vans, slip-on, ou até uma alpargata?! Pra finalizar uma pulseira de couro ou um mix delas!

Gostaram?! Se inspirem a vontade e misturem as dicas ao seu estilo, assim o look fica com bastante personalidade!
Ah, estarei no Festival fotografando a galera fashionista pra nossa sessão de street style! Vamos curtir esse #festivaldeverao no #veraodabahia!


Os indicados ao Oscar 2014 de Melhor Figurino

Como já é de costume todo ano entramos na torcida da categoria mais glamourosa do red carped mais importante do cinema mundial. Já começamos as especulações e os dedos cruzados com a lista dos concorrentes ao Oscar de Melhor Figurino que a Academia de Artes Cênicas e Cinematográficas revelou para 2014. Esse ano vemos de novo que os indicados a essa categoria também são os queridinhos das outras categorias mais importantes do Oscar e que a predileção por indicações a filmes com figurino de época se mantém.

“Trapaça” 
O filme que se passa noas anos 1970 é marcado pelo glamour da década. A história se trata, claro, de trapaças, golpes e amores, permeado com um toque de humor. O figurinista Michael Wilkinson, que já assinou os figurinos de “Tron: O Legado”, “Watchmen”, “300” entre outros, concorre ao seu primeiro Oscar com um figurino cuidadosamente trabalhado e que passa toda a idéia de glamour da época, mas sem parecer exagerado (para o contexto dos ano 70), pelo contrário. As roupas remetem a uma atmosfera bastante real, sem deixar de lado os pontos fortes setentistas, como o cabelo estilo Farrah Fawcet.

“O Grande Gatsby”
O filme que teve o figurino mais comentado do ano, inspirou coleções de grifes e muitos editoriais de moda é baseado no livro de F. Scott Fitzgerald que conta de forma narrada o conturbado romance de Jay Gatsby e Daisy Buchanan, em 1922. O figurino teve a colaboração de Miuccia Prada (o que só aumentou o burburinho sobre as roupas) e é assinado pela figurinista Catherine Martin, também indicada ao Oscar de Design de Produção. Se uma palavra pode definir o figurino desse filme é luxo, muitas joias, pedras, franjas, peles e modelagens inerentes a década de 20.


“The Invisible Woman”

O filme que sobre a história do romance secreto entre a atriz Nelly Ternan e o romancista Charles Dickens se passa entre 1830 e 1850,  tem o figurino assinado por Michael O’Connor, que recebe sua terceira indicação ao Oscar, antes havia sido por “Jane Eyre” e “A Duquesa” (que o fez levar a estatueta). A ressalva fica por conta da semelhança dos figurinos  de “The Invisible Woman”e Jane Eyre“, explicada pela proximidade das décadas em que os filmes se passam (embora ainda não justifique…). O ponto interessante é a mudança do figurino da protagonista que vai dos tons pastel para os mais pesados para mostrar a mudança de tempo.

“12 Anos de Escravidão”
Baseado em fatos reais, o filme conta a história de Solomon Northup, um pai de família negro e livre que mora em Nova York, em 1841. Após ser enganado por traficantes é vendido e enviado para a Louisiana, onde é escravizado. A figurinista Patricia Norris, 82 anos, concorre pela sexta vez ao prêmio, e, desta vez tem muita chance de levar, pela primeira vez, a estatueta. O trabalho da pesquisa para a construção do figurino foi bastante trabalhoso, pois existem poucos registros fotográficos da época. A figurinista fez sua própria pesquisa, e algumas deduções, até chagar no que seria na ideia final. Como os escravos eram trazidos nus, os novos donos tinha a incumbência de vesti-los, Patricia imaginou que as vestimentas então seria roupas velhas, usadas antigamente pelos senhorios e já muito desgastadas pelo trabalho. Uma curiosidade é que as roupas foram feitas a mão, somo na época, e algumas peças foram importadas de fora dos Estados Unidos.

“O Grande Mestre” 
A indicação do figurinista William Chang Suk Ping ao Oscar tem seus pontos particulares, o comentário mais forte obre a indicação não recai sobre o figurino, mas sobre o figurinista que é conhecido por ter predileção a trabalhos menos comerciais e filmes com menor bilheteria. O Grande Mestre conta a história do mestre em artes marciais Ip Man durante a metade do século 20, na China. Para concretizar o figurino, Willian Chang Suk Ping juntou um acervo de contas, miçangas, rendas e tecidos por dois anos.
Já deu pra perceber qual o meu predileto, né? Hehehe. Agora é esperar a cerimonia, o adorado red carped e a premiação! Será que vem surpresa esse ano?